22
fev
09

(Review) Documentário sobre skate: Dogtown and Z-Boys – Stacy Peralta

Esse contém “spoilers” – trechos da história.

Se voce quer saber onde tudo começou, pegue em sua locadora o documentário de skate “Dogtown and Z-Boys”. A história, conhecida mundialmente na mídia (principalmente escrita) do esporte na década de 70, mostra o primeiro bando de “ratos” de skate: os “Z-Boys”, uma meia dúzia de moleques e uma garota escolhidos a dedo por suas habilidades, todos nos seus 12-14 anos de idade , patrocinados humildemente em ca$h e guiados, aí sim, pela atitude e estilo inovador da Zephir Surf & Skate Shop (daí o nome “Z”).

A molecada da equipe vivia em Dogtown, como era conhecida essa região de Venice Beach, Califórnia, que na década de 70 sofreu uma tremenda fuga de empresas e do turismo de lazer, praticamente se transformando numa região fantasma com os escombros de parques de diversões expostos ao longo das praias, do lado de bombas de extração de minerais do solo. Como a opção de diversão, de trabalho e estudo estavam muito longe da região, praticamente a rotina da molecada era surfar entre os alicerces das docas na praia local e bagunçar na loja dos “tios” da Zephir todo o dia. Ou seja, surfar de manhã e (invadir e) andar de skate em piscinas de casas abandonadas das regiões próximas de tarde e a noite, ou quando não houvesse ondas boas… e foi exatamente do surf que veio a inovação do Zephir Team, como os slides de 180º com a mão no chão executados por Jay Adams numa seção de freestyle de um torneio nacional de skate, que causou silêncio e risadas de incompreensão em seus concorrentes, que faziam mais monobras verticais e circenses, como plantar bananeira, andar com uma perna só, etc.

“Quando começamos”, diz Stacy Peralta, um dos Z-Boys e diretor do documentário, “eu não pensava realmente que havia um skateboard como aquele em lugar nenhum fora de Dogtown.”

O documentário mostra a trajetória dos integrantes da década de 70 até dias atuais, alguns estão muito bem, outros nem tanto. Tony Alva, primeiro astro do skate nos EUA no Vert e “mentor” de Tony Hawk, entre outros ícones do esporte, é apenas um exemplo da importância da história para o esporte.

O filme prima não só pelo seu ótimo desenrolar, mas também pela qualidade das músicas e, entre Jimi Hendrix, David Bowie, Black Sabath, Alice Cooper, The Stooges, Thin Lizzy, Aerosmith, Devo, Pink FLoyd,… ; a rebeldia traduz bem o clima das “quebradas” do bairro, onde as pixações nas docas avisam que forasteiros e estranhos não eram bem-vindos.

Stacy Peralta cumpre em seu documentário muito bem o objetivo de mostrar a paixão do Zephir Team pela ruptura dos padrões do esporte. Talvez um 900º de Tony Hawk ou uma nota 10 de Bob Burnquist não existiriam se esses malucos não tivessem tempo de sobra pra limpar piscinas de casas abandonadas e assistir videos de surfistas hawaianos para quebrar a cara no asfalto..

“Tive vários contatos com ex-amigos meus do Zephir que vieram a mim em lágrimas e me confessaram: finalmente poderei mostrar a meus parentes que não tomei um rumo sem sentido em minha vida, não foi por idiotice!” – Diz Peralta sobre o sucesso seu em documentar essa história com o respeito e a noção exata do que viveu em sua adolescência.

Ficha Técnica

Dogtwon & Z-Boys
Documentário, EUA, 2001. 91 mins.
Direção: Stacy Peralta.
Narração: Sean Penn.
Participações de: Jay Alva, Tony Adams, Bob Biniak, Shogo Kubo e Tony Hawk.
Site Oficial: http://www.dogtownmovie.com

Bibliografia: Revista Rolling Stone, maio/2002 (em inglês).


0 Responses to “(Review) Documentário sobre skate: Dogtown and Z-Boys – Stacy Peralta”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Twitter

Blog Stats

  • 40,119 hits

%d blogueiros gostam disto: