05
dez
08

Figurinha 8: General Jorge Rafael Videla – Presidente da Argentina

General Jorge Rafael Videla

General Jorge Rafael Videla – Presidente da Argentina

América do Sul

Veja o original em inglês //

Logo após o golpe de estado que o trouxe ao poder em 1976, o General Jorge Rafael Videla começou a sua guerra suja na Argentina. Foram proibidas todas as atividades políticas e sindicais, os salários foram congelados e reduzidos em 60% em poder real de compra, e dissidentes politicos foram torturados por militares e policiais treinados por nazistas e norte-americanos.

Sobreviventes de torturas afirmaram que as salas de interrogatório tinham frequentemente suásticas e fotos de Hitler, Mussolini e Franco como decoração. Um ano depois do golpe de Videla, a Anistia Internacional estimou em 15,000 o número de pessoas desaparecidas, muitas delas em campos de concentração secretos.

Mas no mesmo instante em que a grande imprensa dos estados unidos denunciava (admitia) os abusos de direitos humanos acontecendo na Argentina, Videla era tido pela mesma imprensa como um governante “Moderado” que revitalizava a economia problemática do país. Videla era cliente de uma boa empresa de relações publicas nos Estados Unidos, a Deaver e Hannalord, a mesma que acessorava o futuro presidente Ronald Reagan, Taiwan e Guatemala. Assim não foi de se espantar que o Ministro da Economia argentino, José Martinez do Hoz – a pedido de Deaver – ter sido convenientemente entrevistado por uma das redes de rádio nacionais pertencentes ao futuro Presidente Ronald Reagan, para melhorar a reputação da Argentina no país.

Videla também recebeu ajuda financeira da WACL (World Anti-Communist League, Liga Mundial Anti-Comunista), através de sua afiliada, a CAL (Confederação Anticomunista Latino-americana). A CAL enviou milhões de dólares para a Argentina por meio de doadores poderosos como os da Loja P-2, uma maçonaria Italo-Argentina criada entre antigos aliados dos EUA na luta anti-comunista e a mafia italiana.

Como parte da sua obrigação de afiliada na WACL, a Argentina treinou os “Contras” da nicaragua como favor aos interesses dos estados unidos.

Videla saiu do poder em 1981, e depois da Guerra das Malvinas (1982) que finalmente derrubou o regime militar, ele e seus aliados foram acusados em tribunal de violar os direitos humanos durante a ditadura.

Link externos:

Voltar ao Indice


1 Response to “Figurinha 8: General Jorge Rafael Videla – Presidente da Argentina”



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


dezembro 2008
S T Q Q S S D
« nov   jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Twitter

Blog Stats

  • 40,119 hits

%d blogueiros gostam disto: